Scary Stories RS - artistas gaúchos produzem série de terror para o Instagram Stories
30/06/2020 18:26 em Cultura

Uma ideia genial para ser veiculada onde todo mundo está conectado. E não estamos falando da Netflix.

A Scary Stories RS é uma série antológica de horror, mistério e suspense projetada para a plataforma de rede social Instagram. Criada pelas roteiristas, diretoras e produtoras Pam Hauber (Armazém de Conteúdo) e Paula Martins (Ovo Mágico), em conjunto com a especialista em redes sociais e storytelling Sheron Neves, é contada em forma de stories, com estreias mensais.

Os episódios, lançados em forma de stories, têm duração e forma de apresentação variadas, ficando armazenados nos “destaques” da página. Além destes, a página também é alimentada por post’s, fotos, cartelas de textos, boomerangs e outros recursos da plataforma para complementar a narrativa apresentada. A cada mês a página se recicla trazendo uma nova história e uma nova estética. Alguns trazem elementos das cenas anteriores, como personagens, lugares ou situações que se repetem criando uma espécie de “easter egg” especial da plataforma para os fãs que seguem a página e assistem a todos os capítulos.

Trazendo terror em pequenas doses, histórias-pílulas de “dar medo” que se constroem através da pesquisa e mapeamento do imaginário, os temas abordados variam entre recortes da história oral, folclore e abordagens contemporâneas, tais como a masculinidade tóxica, empoderamento feminino, questões alimentares, ambientais, sociais, tabus e, mais recentemente, quarentena e isolamento social.

Alguns dos episódios foram gravados anos atrás e estão sendo resgatados especialmente para o projeto, outros foram produzidos ao longo dos meses de dezembro/2019 e fevereiro/2020 antes do isolamento social e outros estão sendo produzidos agora em regime remoto.


Para assistir é só segir o Instagram da Scarry Stories RS.


Curtiu? Então larga mão de ser preguiçoso e compartilha com a galera!
Se achar melhor, volte para o início do site e se liga nas WP News.
Por Liane Strapazzon - Produção Cultural | Assessoria de Comunicação
Rayuela Produções Culturais

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!