Lista: 10 filmes e documentários de música para assistir na quarentena
25/03/2020 19:11 em Filmes/Séries

Em tempos de quarentena e fortes restrições ao convívio social, o mundo inteiro está sendo obrigado a se adaptar e reaprender a ocupar seu tempo. Com o avanço da pandemia pelo Coronavírus (Covid-19), muita gente está "proibida" de trabalhar e evita ao máximo sair de casa, tendo que ser criativo para aproveitar o tempo ocioso.

Praticar exercícios, começar um novo hobby, ler, estudar, aprender a tocar um novo instrumento (ou desenvolver o que já sabe), cozinhar, lançar desafios nas redes sociais e, principalmente, assistir filmes, séries e documentários.

Para te ajudar, listamos 10 títulos que contam histórias de grandes figuras da música mundial. Favorita o link dessa matéria e anota os nomes:


Some Kind of Monster (Metallica)

O documentário foi lançado em 2004 mas as gravações tiveram início em 2001, quando o Metallica foi para um estúdio em San Francisco produzir seu novo álbum.

No início das filmagens o baixista Jason Newsted deixa a banda, após 14 anos. Como a dinâmica entre os demais membros não é das melhores, o empresário contrata um terapeuta para ajudá-los. Apesar do auxílio profissional, o vocalista James Hetfield continua se desentendendo com o baterista Lars Ulrich e se internando numa clínica para tratamento de alcoolismo. Ele volta um ano depois e só então a banda consegue finalizar o novo álbum.


The Runaways - Garotas do Rock
(The Runaways)

Em Los Angeles, na década de 1970, a adolescente Joan Jett começa a montar uma banda de rock só de mulheres, com o apoio da amiga Cherrie Currie e do empresário Kim Fowley. Apesar da vida desajustada que levam, as integrantes da banda The Runaways chegam ao sucesso. E o filme conta os principais eventos dessa caminhada.

Estrelado por Dakota Fanning (a vocalista Currie), Kristen Stewart (a guitarrista e vocalista Joan Jett) e Michael Shannon (o produtor Kim Fowley), o filme conta a história da banda de rock da década de 1970 The Runaways e foi lançado em 19 de março de 2010 nos Estados Unidos.


Michael Jackson's This is It
(Michael Jackson)

Esse é para assistir mais de uma vez. Com certeza.

O documentário é a cobertura dos bastidores da última turnê da carreira de Michael Jackson (que dispensa apresentações, né?). A produção é um compliado de imagens dos ensaios para a turnê de despedida do Rei do Pop e exibe cenas que derivam de mais de 100 horas de ensaios da turnê de Michael. Com muitos efeitos e edições, o filme é um dos grandes campeões de bilheteria. A estreia mundial foi no dia 28 de outubro de 2009.


The Dirt – Confissões do Mötley Crüe
(Mötley Crüe)

O filme produzido por Allen Kovac, Erik Olsen, Julie Yorn e Rick Yorn e dirigido por Jeff Tremaine, conta o surgimento da banda americana de Glam Rock e Heavy Metal Mötley Crüe, começando pela difícil infância do seu baixista e co-fundador Nikki Sixx, primeira formação, primeiros shows, turnê (louca) com Ozzy Osbourne, estrelato e as crises.

Curiosidade

Para um filme que conta uma história tão louca como essa, era certo que teria um fato tão louco quanto na vida real.

O tralhador da produção Louis DiVincenti, abriu um processo contra Netflix (distribuidora do longa) e ao Mötley Crue ao ter sofrido um acidente. DiVincenti afirma que estava montando tubos de metal para uma tela verde quando alguém a conectou na energia quando foi eletrocutado no ato.

Louis DiVincenti veio a perder o pé no incidente e sofreu queimaduras de segundo e terceiro grau em mais de 50% do corpo, o que o fez pedir US$ 1.8 milhões em um processo para cobrir suas despesas médicas.


O Diabo na Encruzilhada
 (Robert Johnson)

Apenas duas fotos, nenhuma filmagem, 29 canções gravadas e uma série de lendas envolvendo sua vida e morte. São os registros da vida e da obra de Robert Johnson, um dos maiores músicos do Blues de todos os tempos. Mas ele não começou assim! 

A história diz que Johnson era péssimo músico e depois de algumas apresentações onde era expulso do palco pelo público, ele sumiu por 2 anos. Quando voltou, era virtuoso no violão e um excelente cantor.

A lenda diz que ele "encontrou o diabo (sim, o tio Lúcifer) em uma encruzilhada na cidade de Clarksdale, Mississippi, e vendeu a sua alma. Em troca, ele se tornou um dos melhores músicos da época".

Johnson é um dos músicos mais influentes do Mississippi Delta Blues e é uma importante referência para a padronização do consagrado formato de doze compassos para o blues. Influenciou grandes artistas durante anos como Muddy Waters, que considerava Johnson "o mais importante cantor de blues que já viveu". Em 2011, foi eleito o 71º melhor guitarrista da história, em uma enquete de eleitores e colaboradores da revista norte-americana Rolling Stone.

Ele morreu em 16 de agosto de 1938, em Greenwood, Mississippi, com a idade cabalística: 27 anos.

Everybody's Everything (Lil Peep)

O longa conta a história do rapper Gustav Elijah Åhr, mais conhecido como Lil Peep. Ele ficou famoso por juntar o Trap, o Emo e o Rap em um só gênero característico da sua própria persona. Peep teve uma carreira tão breve quanto bem sucedida. Morto aos 21 anos, vítima de uma overdose, seu comportamento e suas letras foram apenas uma reflexão da mente confusa de toda uma geração de jovens adultos e adolescentes que crescem em um mundo cada vez mais globalizado. 

Muitos dizem que o Hip Hop é o novo Rock e Lil Peep teve uma participação importantíssima nessa construção, pois ele conseguiu prosperar no Underground durante a era do mainstream e da era digital.


Hip Hop Evolution

A série canadense de 2016 dirigida por Darby Wheeler procura explorar os primeiros 20 anos da cultura Hip Hop, trazendo entrevistas com MCs, DJs e produtores referência no estilo que mostram a evolução do gênero dos anos 70 aos 90.

A guerra entre os então amigos Tupac Amaru Shakur (2Pac) e Christopher George Latore Wallace (The Notorious B.I.G.), duas figuras que, basicamente, construíram o Hip Hop, é amplamente relatada na série.


Raul - O Início, o Fim e o Meio (Raul Seixas)

Documentário sobre vida e obra do maior ícone do rock brasileiro, desvendando suas diversas facetas, suas parcerias com Paulo Coelho, seus casamentos e seus fãs, que ele continua a mobilizar vinte anos depois de sua morte.

Dirigido por Walter Carvalho e produzido de Denis Feijão, com montagem de Pablo Ribeiro e roteiro de Leonardo Gudel baseado na vida e obra de Raul Seixas lançado em 23 de março de 2012.

O título do filme alude aos versos finais da canção "Gîtâ", composta por Raul e Paulo Coelho.


Somos Tão Jovens
(Renato Russo)

O longa dirigido por Antonio Carlos da Fontoura e produzido por Canto Claro Produções Artísticas, foi lançado em maio de 2013 e conta a história de Renato Manfredini Junior, o Renato Russo, desde a sua mudança do Rio de Janeiro para Braília aos 16 anos, o diagnóstico da epifisiólise, uma doença óssea rara, dramas e conflitos pessoais até o encontro do caminho que o levou a ser o líder de uma das maiores bandas do Rock nacional.


Cobain: Montage of Heck
(Kurt Cobain/Nirvana)

Dirigido por Brett Morgen, produzido por Brett Morgen (também) e Danielle Renfrew Behrens e lançado em junho de 2015, o documentário conta a história do lendário Kurt Cobain. Sua infância, os problemas com a mãe e o pai na adolescência, a dificuldade de se encaixar em um grupo social, os conflitos e como a música se tornou uma válvula de escape para todos os problemas que ele enfrentava.

A formação da banda e primeiros trabalhos registrados em fotos, vídeos caseiros, desenhos, anotações, primeiros shows, o "match" com Curtney Love, a chegada de Frances (sua filha), sua incrível dificuldade de lidar com a fama e com a mídia (que segundo ele, distorcia suas mensagens e mentia sobre a sua pessoa), o sucesso e a sua morte em abril de 1994, em Seattle, aos 27 anos.

Boas maratonas!


Curtiu? Então larga mão de ser preguiçoso e compartilha com a galera!

Se achar melhor, volte para o início do site e se liga nas WP News.
Por PK WP.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!